Museu da imigração usa tecnologia para contar a trajetória dos estrangeiros que construíram suas vidas no Brasil.

Museu da imigração usa tecnologia para contar a trajetória dos estrangeiros que construíram suas vidas no Brasil.

Confira como os projetores profissionais da Panasonic transformam a maneira como os visitantes do museu interagem com a história da imigração.

Confira como os projetores profissionais da Panasonic transformam a maneira como os visitantes do museu interagem com a história da imigração.

Projetores da Panasonic criam cinema de imersão em Aparecida

O DESAFIO
O Museu da Imigração possue um grande número de imagens de inestimável valor histórico e cultural e precisava encontrar uma maneira atrativa de mostrar este material aos visitantes. 

A SOLUÇÃO
O Museu digitalizou o acervo de imagens e, com a ajuda dos projetores Panasonic, passou a expor o conteúdo em plataforma multimídia.

O RESULTADO
O objetivo de maximizar a quantidade de fotos exibidas durante uma visita foi alcançado desde a implementação da exposição interativa.

picture1_new

O Museu da Imigração está localizado na antiga Hospedaria dos Imigrantes, um prédio com mais de 130 anos de história que deixou de funcionar em 1978. Apesar disso, a memória das pessoas que passaram por ali não foi esquecida e, em 1993, o mesmo prédio passou a abrigar o Museu da Imigração, uma entidade responsável por manter viva a trajetória dos imigrantes que ajudaram a construir a história do nosso país. 

Em 2014, o Museu da Imigração iniciou um projeto pioneiro no Brasil com o objetivo remontar os passos da imigração no Estado de São Paulo de uma maneira lúdica e interativa. Para isso, foi aberta uma licitação para escolher os equipamentos adequados para transformar este desafio em realidade.

picture2_new

Sob a consultoria técnica de Murilo Celebrone, do Estúdio Preto e Branco, o Museu selecionou a Panasonic como fornecedora dos projetores que hoje dão vida a expografia multimídia “Migrar: experiências, memórias e identidades”, um projeto de vanguarda que introduziu a tecnologia de projeção em Led/Laser pela primeira vez em um museu brasileiro.

Sergio Constantino, gerente comercial da Panasonic, conta que os equipamentos foram escolhidos cuidadosamente para garantir fidelidade de colorimetria das imagens projetadas, além de serem robustos e demandarem baixíssima manutenção. Sergio reforça a importância de fazer parte de uma iniciativa inovadora como esta e o resultado não poderia ter sido mais satisfatório.

picture3_new

O Museu também adquiriu equipamentos a lâmpada, que garantem projeções de qualidade em grandes telas e torna a expografia ainda mais atraente para os mais de 12 mil visitantes que passam pelo Museu da Imigração mensalmente.

Mariane Esteves Martins, coordenadora técnica do Museu, afirma que desde que a exposição foi aberta ao público em 2014, os projetores sempre foram fornecidos pela Panasonic. Ela enumera os diferenciais que tornam a parceria um grande sucesso também nos bastidores, entre eles, a agilidade na entrega e um pós-venda de confiança que garantem que os resultados sejam os melhores possíveis: “Depois de 3 anos de exposição, a gente pode dizer que a Panasonic tem sido uma parceira com quem a gente pode contar.”