Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site, você concorda com nosso uso de cookies. OK Consulte aqui.

10 coisas que você precisa saber sobre condicionadores de ar

10 coisas que você precisa saber sobre condicionadores de ar

521805704

1 – Antes de comprar um condicionador de ar, popularmente conhecido por “ar condicionado”, verifique os aspectos técnicos necessários, como por exemplo, as regras do seu condomínio para a instalação do equipamento. Há prédios que não permitem a instalação na sacada ou em áreas que sejam necessárias alterações externas. Consulte um técnico especializado, ele fornecerá dicas para que você não perca tempo nem dinheiro.

2 – Para instalar o equipamento é necessário ter um ponto elétrico independente que permita que o condicionador de ar seja conectado a um circuito elétrico com disjuntor específico, assim como ocorre com os chuveiros. Além disso, é preciso ter também uma saída de água, o chamado “dreno”. Atente que normalmente os equipamentos são 220V. Verifique também se na sua região a concessionária ou companhia de energia fornece essa tensão da rede.

3 – A unidade de medida do ar condicionado é o BTU (British Thermal Unit). Quanto maior o tamanho do ambiente em que o equipamento será instalado, maior será a quantidade de BTUs. Para cada m² são necessários aproximadamente 600 BTUs e nas regiões mais quentes do país cerca de 750 BTUs. Para um quarto de 12m² em Curitiba, você vai precisar de condicionador de ar que possua no mínimo 7200 BTUs (600BTUs x 12m²). Mas alguns fatores podem interferir no ambiente: janelas, portas, exposição ao sol, equipamentos ligados na rede elétrica, quantidade de pessoas, etc. Para um cálculo mais preciso, solicite a visita de um técnico especializado.

4 – Selecione um modelo de acordo com a sua necessidade. Nas regiões onde o inverno costuma ser mais rigoroso, a preferência do consumidor é por equipamentos que resfriam e aquecem o ar, mais conhecidos por “Quente/Frio” ou “Ciclo Reverso”. Esses equipamentos custam em média 10% a mais do que os modelos somente “Frio” ou “Ciclo Frio”, os mais comuns nas demais regiões.

5 – Os equipamentos com a tecnologia “Inverter” economizam mais energia, se adaptam melhor as condições de cada ambiente e são mais silenciosos, vale a pena analisar estes benefícios na hora da compra.

6 – Existem equipamentos que contam com recursos mais avançados, como o ECONAVI da Panasonic. Este equipamento possui um sensor inteligente que detecta a presença de pessoas no ambiente e ajusta automaticamente a temperatura, garantindo maior economia e conforto.

7 - Em ambientes residenciais, você mesmo pode fazer a limpeza do filtro de tela, responsável por manter o ar livre de impurezas e a eficiência de funcionamento do equipamento. Para evitar danos siga corretamente as instruções que acompanham o seu equipamento.

8 – Em regiões de praia a manutenção do equipamento deve ser periódica e realizada por um técnico especializado já que a parte externa fica mais exposta aos fatores climáticos.

9 - A manutenção frequente e a devida atenção aos cuidados descritos no manual de instruções garantem que o equipamento tenha maior durabilidade.

10 – Ao adquirir um condicionador de ar atente também aos termos descritos no Certificado de Garantia, eles vão assegurar que você tenha toda assistência em caso de defeitos de fabricação.

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site, você concorda com nosso uso de cookies. OK Consulte aqui.